aposentos: reforma e reformatório

citações,notas de estudo, diatribes

Tag: lógica

do que se não pode falar,

Do que se não pode falar, é melhor calar-se.

L.Wittgenstein,

Tractatus Logico-Philosophicus

se podemos perdoar tudo?

09cp0004

Quando um filósofo escreve bem, podemos perdoar-lhe tudo até mesmo ser um filósofo analítico.

Gian-Carlo Rota, Indiscrete  thoughts.

a respeito de Ontological Relativity de W. V. Quine (1966)

a biblioteca que sonha os seus números

09cp0006

(…) O número de palavras da lingua portuguesa é limitado, pelo que o número de frases de dez palavras também. Entre todas as frases possíveis obtidas, combinando de todas as maneiras possiveis dez palavras portuguesas, a maioria não têm qualquer sentido; entre as que o têm, apenas uma pequena parte define um número inteiro determinado. Há, portanto, um número ilimitado de números inteiros assim definidos, entre os quais existirá decerto um máximo. Juntemos um a esse número máximo e obtemos o número mínimo entre os não definíveis com dez palavras no máximo da língua portuguesa. Chamemos-lhe x. Como interpretar a seguinte frase de dez palavras: Seja x o número inteiro mínimo indefinível por dez palavras? (…)

Sobre o paradoxo de Richard, a respeito da Biblioteca de Babel de Jorge Luís Borges