aposentos: reforma e reformatório

citações,notas de estudo, diatribes

Tag: infinito

as classes da razão humana

(…) Concluamos, pois, referindo que “uma razão humana correta” pode aceitar sem contradições as reuniões em totalidade, contando que se trate de “totalidades relativas”, de  “todas as classes que…” e não de uma Totalidade absoluta com maiúscula.

O Infinito de Radice

 

a biblioteca que sonha os seus números

09cp0006

(…) O número de palavras da lingua portuguesa é limitado, pelo que o número de frases de dez palavras também. Entre todas as frases possíveis obtidas, combinando de todas as maneiras possiveis dez palavras portuguesas, a maioria não têm qualquer sentido; entre as que o têm, apenas uma pequena parte define um número inteiro determinado. Há, portanto, um número ilimitado de números inteiros assim definidos, entre os quais existirá decerto um máximo. Juntemos um a esse número máximo e obtemos o número mínimo entre os não definíveis com dez palavras no máximo da língua portuguesa. Chamemos-lhe x. Como interpretar a seguinte frase de dez palavras: Seja x o número inteiro mínimo indefinível por dez palavras? (…)

Sobre o paradoxo de Richard, a respeito da Biblioteca de Babel de Jorge Luís Borges