by adealmeida

pretobrancosangue

Camada a camada, cobrimos o espanto dos outros escondendo de nós o que fomos e mostrando o que não somos.
Num dia de ti, um varredor de poeiras vai separar as camadas para que se saiba que de ti nunca houve mais do que a poeira que guardaste no papel até ser varrida num último sopro em pleno voo.