aposentos: reforma e reformatório

citações,notas de estudo, diatribes

Month: Setembro, 2017

 

o que é muito raro?

É muito raro eu ver o vento

Mais raro ainda, é cheirar a luz

Também não vejo quem me aflige

e guardo, como prenda de ódio, o alento

para carregar a minha e a tua cruz

até onde um cão as cheire e nelas mije.

as histórias, hoje,

a história, hoje, descreve acontecimentos de ontem ou descritos ontem.

se me lembrar de mim, consigo falar da verdade histórica de alguma parte da minha história

que, mesmo descrita por mim, pode já não conter verdade alguma sem que seja mentira.

o que escrevo nos meus cadernos  onde me descrevo dia a dia não é verdade que possa ser desmentida.

se publicar um livro com essas descrições elas perdem todo o sentido e haverá tantas interpretações pessoais até contraditórias que só não se auto-destroem enquanto os interpretadores e observadores não se encontram no mesmo espaço a ler a mesma descrição.

do que se não pode falar,

Do que se não pode falar, é melhor calar-se.

L.Wittgenstein,

Tractatus Logico-Philosophicus