De que nos serve a poesia? De que serve a bondade?

Bertolt Brecht:

1

De que serve a bondade?

Quando os bondosos são logo abatidos, ou são abatidos

aqueles para quem foram bondosos?

De que serve a liberdade

quando os livres têm que viver entre os não-livres?

De que serve a razão

Quando só a sem-razão arranja a comida de que cada um precisa?

 

2

Em vez de serdes só bondosos, esforçai-vos

por criar uma situação que torne possível a bondade, e melhor:

a faça supérflua!

Em vez de serdes só livres, esforçai-vos

por criar uma situação que a todos liberte

e também o amor da liberdade

faça supérfluo!

Em vez de serdes só razoáveis, esforçai-vos

por criar uma situação que faça  da sem-razão dos indivíduos

um mau negócio!

 

2 thoughts on “De que nos serve a poesia? De que serve a bondade?

  1. Gostei muito. Feliz Páscoa.

    Cristina Canelas

    No dia 21 de março de 2016 às 22:57, “aposentos: reforma e reformatório” escreveu:

    > arselio posted: “Bertolt Brecht: 1 De que serve a bondade? Quando os > bondosos são logo abatidos, ou são abatidos aqueles para quem foram > bondosos? De que serve a liberdade quando os livres têm que viver entre os > não-livres? De que serve a razão Quand” >

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s