a biblioteca que sonha os seus números

09cp0006

(…) O número de palavras da lingua portuguesa é limitado, pelo que o número de frases de dez palavras também. Entre todas as frases possíveis obtidas, combinando de todas as maneiras possiveis dez palavras portuguesas, a maioria não têm qualquer sentido; entre as que o têm, apenas uma pequena parte define um número inteiro determinado. Há, portanto, um número ilimitado de números inteiros assim definidos, entre os quais existirá decerto um máximo. Juntemos um a esse número máximo e obtemos o número mínimo entre os não definíveis com dez palavras no máximo da língua portuguesa. Chamemos-lhe x. Como interpretar a seguinte frase de dez palavras: Seja x o número inteiro mínimo indefinível por dez palavras? (…)

Sobre o paradoxo de Richard, a respeito da Biblioteca de Babel de Jorge Luís Borges

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s