são miguel

evora5

Setembro nunca foi um mês fácil. A minha mãe sempre me falou do mês de S. Niguel, como um mês de todas as emoções. Se a colheita é boa, toda a gente fica emocionada e feliz e pronta para enfrentar o inverno que Setembro anuncia. Quando a safra é má, toda a gente está emocionada a preparar-se para o inverno difícil que Setembro anuncia.

Setembro nunca foi um mês fácil. Era um mês de grandes decisões. O meu pai decidiu a partida definitiva para o Brasil num mês de Setembro e o meu irmão mais velho deve ter decidido dar o salto para a França por alturas de Setembro. Pelo meu lado, nunca tomei qualquer decisão pelo mês de Setembro, porque era um pau mandado e ia para onde me mandavam.

Em Setembro, decidiam por mim que ia para a escola em Outubro. E eu ia, porque não tinha onde me esconder e não sabia fugir para a França. Quando chega Setembro, lembro-me que tenho de me calçar, partir para a cidade e procurar, no meio da multidão, uma cara para me esconder.

Setembro nunca foi um mês fácil, O S. Miguel foi decisivo para o destino dos fortes. Para mim, o S. Miguel não foi decisivo, porque sempre fui demasiado fraco e ele nunca se interessou por tipos como eu, que viam o mês de Setembro acabar, atrás de vacas e a limpar o arroz que elas malhavam e, em inocência, enchiam de bosta.